Mônica jovem

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Mônica jovem, a versão mangá da Mônica pirralhinha que os otakus punheteiros fãs estavam esperando e, como prometido, Maurício tem um ataque de esquizofrenia galopante inspiração e cria ainda com base no gênio e dentões e aparência da sua filha Mônica, na fase adolescente dela que não mudou muito o gênio, apenas passou a mascar chicletes e malhar pra deixar de ser gorducha se manter calma, o que resultou numa coleção hentai plausível.

Aparência e modos porradeiros[editar]

Ui, vai descer antes de baterem a foto. — Mônica preocupada.

O Maurício fez o primeiro modelo de Mônica e caprichou, nem ligou em deixar a Mônica gostosinha pra caralho atraente mesmo sendo inspirada em sua cria real. Ficou muito gracinha mesmo, isso também ajudou a atrair o público masculino de todas as idades, desde pirralhos sub 10 que queriam dicas pra perder a BV, até tiozões sem vergonhas apenas por curiosidade, porém a faixa que mais consumiu e consome até hoje, é adolescentes e adultos jovens mesmo, como de praxe.

Essa Mônica do Maurício tem os olhinhos amendoados com cílios longos, viradinhos e mais normais e não aqueles olhos estranhos de quando era pequenininha, ficou mais parecida com um ser humano, mas ainda parecida com a Mônica pirralha, e ficou ótima, ainda com dentões de marmota dentinhos salientes, mas bem bonita e gostosinha charmosinha. Ela tem 15 anos (se não me engano), mas por incrível que pareça é menos pirigueti ou, como gostam de falar na TM, sirigaita namoradeira do que qauando pequena, talvez porque antes ela achasse que namorar era só passear, conversar sobre o Ursinho Bilu ou sobre o Parque da Mônica e dar no máximo uma bitoquinha,

Perceba o afago no peitinho: muito mal disfarçado, ninguém faz concha com a mão pra pegar no braço.

mas na TM Jovem ela sabe que pode engravidar haver coisas mais sérias do que um beijinho, passeios e conversinhas bestas pra dar risada de pirralhos, mais besta ainda... camarada, se tu lembra dessa fase ou está nela, sabe que os papos que acham muito sérios são uma baboseira, mas acabam rindo até do vento durante a troca de ideias falta de ideias e ainda assim, acham que o papo foi muito sério e ai de quem diga que não.

A Mônica não namora, então? Sim, namora, mas ela não é tão perigueti volúvel quanto era aos 7 anos que uma hora é Flavinho, depois Renatinho, depois Fabinho Boa Pinta, depois Tonhão, depois Paralaminha, depois Cebolinha, depois o primeiro piá maloqueiro que aparecesse... maloqueiro que incrivelmente não é o Cascão — este desde os 6/7 anos, não se sabe como, leva vida de casado com a Cascuda, então a Mônica namorava, se não desse com nenhum dos crush dela, qualquer maloqueiro ou vileiro que aparecesse, dando a preocupação de que, se ela crescesse desse jeito, o Cebolinha seria, além de pau mandado, um bom de um corno, mas não, a Mônica ficou bem menos namoradeira, até onde eu sei(se não for isso, depois edito), ela na TM Jovem, namora, até casar com o Cebolinha, apenas o troca-letras mesmo, o Do Contra DC e o Tonhão, embora o assédio dos tarados amigos, colegas, conhecidos e desconhecidos, seja grande, só não sendo maior porque aquele modo de retratar uma guria porradeira com todo exagero do mundo, que a Mônica consegue erguer até um governo caído um exército de Nhonhos elefantes, então alguns caras têm medo dela, mas ainda pensam que vale o risco.

O Coelhinho[editar]

O Sansão continua vivo, ainda que seja de pelúcia, mas é claro que o Sansão é o bicho de estimação verdadeiro da Mônica, o Mônicão mal aparece(pelo menos não apareceu nas revistas que eu li) e ainda bem, embora tenham dado uma melhorada fazendo ele parecer não um demônio cão, mas aqueles gatos loucos que saem das profundezas do inferno caixas da Acme, o Mingal mole daquele jeito consegue fugir, coisa de HQs ou de mangás, tanto faz.

Está claro que não foi o coelhinho, mas sim o Ursinho Bilu quem provocou danos no Cebolinha, coisa que a Mônica ainda tenta reverter até na TM Jovem.

O coelhinho, até onde eu sei, mesmo tendo tido até edições especiais com coelhos humanizados, não teve nada pra falar só dele, mas haveria muito o que falar: um coelho lisérgico, que, embora de pelúcia, deixa olhos roxos e às vezes, galos na cabeça, até os galos já tiveram estória especial pra eles, mas não Sansão. Não é preciso ser furry pra concordar que o Sansão é mal aproveitado na TM clássica e na TM Jovem então coitadinho, sequer a Mônica usa ele pra bater, mesmo ele continuando eficaz. Não usa a não ser pra abraçar quando quer pensar ou chorar pro alguma treta ou um desaforo do Cebolinha, ela o carrega só pra enfeite, alguns acham bonitinho, outros tiram com a cara dela. A Mônica o arremessa algumas vezes, mas muito pouco, então o Sansão se sente rejeitado e acaba zicando tudo que qualquer um da TM Jovem quer fazer, ocasionando em um coelho contrário ao que dá sorte, assim entre uma estória realmente boa e outra, várias estórias educativas e chatas, não chatas por serem educativas, mas chatas ou chamando todo e qualquer jovem de inútil e superficial... tá, você acha que o retrato está perfeito, mas não amigão, não é bem assim, ainda que haja muita punhetagem, siririca, pensem muito em carros, roupas e ostentação, nem todos são assim, nem assim o tempo todo, até porque a maioria é menos abastado então o lado bom da pobreza(creia, tem lado bom ou pelo menos obriga a menos idiotice), é que amadurecem logo e na marra têm ideias menos bestas.

Relação sexual com os miguxos[editar]

Como os problemas bestas continuam ainda que tenham crescido, todo mundo odeia o Cris conta com a Mônica e parecem mesmo algumas vezes, não o Cris, mas odiar a Mônica, não se sabe se o lacrador besta Emerson de Abriu faz parte da TM Jovem(não olhei isso), mas algumas vezes parecem fazer bully com a Mônica pra não perder o costume, só não tiram mais a cara dela do que o leitãozinho Quinzinho, mas esse é de praxe por ter cara de trouxa João bobo.

Aquelas estórias educativas e melosas, porém algumas saem boas, mesmo com a parte educativa, a Mônica pagando de psicóloga não se sai tão bem, dá pra notar que parecem querer mandar ela pra casa do caralho, mas ela se sai bem mesmo na maior parte das vezes quando chuta o pau do Tonhão da barraca e manda aquelas certeiras, seja com carteirada, coelhada, joelhada, chifrada, dentada... ou mandando em palavras — você sabe que quando surte resultado não é mais do que as imbecis lacradas, mas apenas a parte teórica que estava faltando ser dita pra por em prática ou pras coisas andarem.

A Mônica anda rebolando com o coelho ainda, mas nem sempre o Sansão precisa ser arremessado, podendo ficar tranquilão guardado junto com as calcinhas e canetas da Mônica, ela arremessa o Monicão com aqueles dentões estranhos que incrivelmente não se quebram. Outras vezes ela arremessa o cebolinha, mas Cebolinha nem faz chorar, ela não fez isso muitas vezes, preferindo arremessar o Cascão, que tonteia só com o fedor, malgrado ele tenha passado a tomar banho, continua fedorento e com o banho em saldo negativo.