Chopis Centis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Galinhacaipira.jpg Enxada-1.png Esti artigu é caipira, sô!! Enxada-2.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg

Chopis Centis é conhecida por ser a única música do grupo Mamonas Assassinas que possui a participação de algum artista de fora da banda que não seja Maria ou Manoel. A música faz grande sucesso, principalmente em depósitos de favelados comunidades carentes, por ser a primeira música em que eles entendem o que é dito, por que todos sabem que funk não é música.

Sobre a música[editar]

Para quem não sabe, a participação especial na música é do Chico Bento, aquele pirralho que adora falar em código com as pessoas da roça, só para que os civilizados não entendam. Os Mamonas estavam a fim de colocar mensagens subliminares na música, mas como não sabiam colocar mensagens para serem tocadas de trás para frente, resolveram fazer de outro jeito.

Dinho estava no banheiro buscando inspiração para criar a música, enquanto lia um gibi da Turma da Mônica. Acontece que apareceu uma historinha sobre um tal de "Chico Bento", e Dinho se viu muito interessado na linguagem utilizada pelo pirralho. Enquanto seus companheiros batiam à porta, desesperados para se esvaziar, Dinho percebeu que conseguiria criar uma música exatamente do jeito que queria, sem precisar fazer aquelas gravações toscas de trás pra frente e enfiá-las no meio da música. Ele só precisaria da ajuda do pequeno Chico Bento.

Quando Dinho saiu do banheiro, falou do garoto Chico Bento e de suas ideias de melhorar a música para seus colegas, que já estavam melhor graças ao vaso de planta que estava ali por perto. Todos ficaram impressionados com o garoto, mas não sabiam como o usariam na gravação, quando de repente aconteceu o inacontecível...

Chico Bento sofreu algum tipo de macumba e saiu de dentro do gibi. Impressionados, os Mamonas se perguntavam como aquilo aconteceu. A verdade é que 666 segundos antes de isso acontecer, Júlio havia feito um pacto com o capeta para conseguir esvaziar a bexiga magicamente.

Então, os Mamonas obrigaram Chico Bento a cantar a música ou eles iriam fazer um churrasco com suas vaquinhas, galinhas e porquinhos. E o resultado foi ótimo.

Letra[editar]

Chico surgindo como mágica. Repare na cara de assustado de Dinho

Eu "di" um beijo nela
E chamei pra passear
A gente 'fomos' no shopping
Pra "mor de" a gente lanchar

Comi uns bichos estranhos
Com um tal de gergelim
Até que tava gostoso
Mas eu prefiro aipim (hummmm...)

Quanta gente,
Quanta alegria,
A minha felicidade
É um crediário
Nas Casas Bahia

Assim que chegou ao shopping, Chico abriu um crediário nas Casas Bahia

Quanta gente,
Quanta alegria,
A minha felicidade
É um crediário
Nas Casas Bahia


Paríba!
Joinha, joinha chupetão vamo lá (Filosófico!)
Chuchuzinho vamo embora
Onde é que entra hein? (Sei não... Onde será?)

Esse tal "Chópis Cêntis"
É muitcho legalzinhu
Pra levar as namoradas
E dar uns rolêzinhu

Quando eu estou no trabalho
Não vejo a hora de descer dos andaime
Pra pegar um cinema,
Do Schwarzenegger
Tombém o Van Daime

Quanta gente,
Quanta alegria,
A minha felicidade
É um crediário
Nas Casas Bahia


Bem Forte, bem forte

Quanta gente,
Quanta alegria,
A minha felicidade
É um crediário
Nas Casas Bahia

Vídeo ao vivo[editar]